Vivências mediúnicas - sinopse teórica e prática - Editora e Livraria EME - Livros Espiritas
Preço reduzido! Vivências mediúnicas - sinopse teórica e prática Expandir

Vivências mediúnicas - sinopse teórica e prática

Francisco Cajazeiras Francisco Cajazeiras

1833

Novo

A vivência mediúnica nunca deve ser encarada como sinônimo de sofrimento e angústia, mas de abnegação consciente e amor incondicional, plena de doação em favor do próximo. O mediunato não se destina à exaltação própria, bastando ao seu portador a certeza de que o serviço pertence ao Senhor da Vida.

Mais detalhes

R$ 25,20

R$ 31,50

-20%

Cálculo do Frete

Aguardando CEP

Mais informações

A mediunidade é abençoada oportunidade para
o exercício da humildade e da fraternidade, da caridade
e da doação de si.
A dedicação e a alegria de servir devem ser a marca registrada do médium beneficiado pelas claridades
da ciência espírita.
A tarefa mediúnica deve ser executada com serenidade e amor, confiança e aceitação, equilíbrio e determinação, no anonimato dos corações dos companheiros carentes que te batem à porta.
Neste livro, Francisco Cajazeiras ressalta que a mediunidade, como um bem outorgado pela Providência Divina, não se destina à exaltação própria, bastando ao seu portador o conhecimento de que os dons pertencem ao Senhor da Vida.
A vivência mediúnica não deve ser encarada como sinônimo de sofrimento e angústia, mas de abnegação consciente e amor em favor do próximo.

Características

Autor(a)Francisco Cajazeiras (médium)
EspíritoHilário
GêneroEstudo
EditoraEditora EME
Edição - Ano da EdiçãoEd2 – 2018
I.S.B.N.9788595440340
Altura14
Largura21
Comprimento0.90
Número de Páginas144 p
IdiomaPortuguês

DOWNLOADS

Comentários

Nenhum comentário sobre este produto, ajude e seja o primeiro!

Escrever comentário

Vivências mediúnicas - sinopse teórica e prática

Vivências mediúnicas - sinopse teórica e prática

A vivência mediúnica nunca deve ser encarada como sinônimo de sofrimento e angústia, mas de abnegação consciente e amor incondicional, plena de doação em favor do próximo. O mediunato não se destina à exaltação própria, bastando ao seu portador a certeza de que o serviço pertence ao Senhor da Vida.