Janelas da alma - Editora e Livraria EME - Livros Espiritas
Janelas da alma Expandir

Janelas da alma

José Milton da Costa José Milton da Costa

1439

Novo

José Milton da Costa escreveu este livro como quem conversa com o leitor, trazendo esclarecimentos acerca das diversas emoções que compõem a nossa existência ao longo dos anos. O resultado é uma obra com grande ênfase na valorização da vida e na melhor maneira de viver para não desperdiçar a presente encarnação.

Mais detalhes

R$ 35,50

Cálculo do Frete

Aguardando CEP

Mais informações

José Milton da Costa escreveu este livro como quem conversa com o leitor, trazendo importantes esclarecimentos acerca das diversas emoções que compõem a nossa existência ao longo dos anos. O resultado é uma obra com grande ênfase na valorização da vida e na
melhor maneira de viver para não se perder
a presente encarnação.
Com uma visão otimista dos fatos, o autor conclama nosso bom-senso para que reconheçamos a presença de Deus em nossas vidas, sendo Ele o autor e provedor de tudo e que, sempre visando o melhor para nossa existência, concedeu-nos a liberdade de escolha, seguida da responsabilidade pelo que fizermos.
Através das Janelas da alma abertas por José Milton, aprendamos a escolher o certo, a libertar nossa mente da prisão de sentimentos negativos e unamos nossa alma ao Criador para conquistar a paz e a harmonia tão desejada.

Características

Autor(a) José Milton da Costa
Gênero Autoajuda
Editora Editora EME
Edição - Ano da Edição Ed2 –2015
I.S.B.N. 9788566805482
Altura 21
Largura 14
Comprimento 1.00
Peso 0.260 g
Número de Páginas 208
Idioma Português

DOWNLOADS

Comentários

Nenhum comentário sobre este produto, ajude e seja o primeiro!

Escrever comentário

Janelas da alma

Janelas da alma

José Milton da Costa escreveu este livro como quem conversa com o leitor, trazendo esclarecimentos acerca das diversas emoções que compõem a nossa existência ao longo dos anos. O resultado é uma obra com grande ênfase na valorização da vida e na melhor maneira de viver para não desperdiçar a presente encarnação.